carreira professor

Como iniciar e seguir a carreira de professor?

Marcante. Assim pode ser definida a presença do professor em nossas vidas. Sinônimo de sabedoria, eles são peças-chave no processo de formação e conhecimentos gerais dos alunos.

Com tamanha dedicação e zelo na arte de ensinar, esses profissionais tornam-se referência para a carreira de muitos alunos, que acabam seguindo os mesmos passos. Mas, além do dom, para se tornar um bom professor, é necessário planejamento, disciplina, responsabilidade, dedicação e preparo.

No conteúdo a seguir, confira os detalhes dessa carreira com dicas especiais para os futuros professores. Boa leitura!

 Como iniciar carreira de professor?

Parte central no processo de formação de conhecimento de várias pessoas, existem inúmeras possibilidades de formação dos professores. No Brasil, temos pelos menos quatro caminhos possíveis. Entenda cada um deles:

  • Cursos superiores de Licenciatura: esse é o tipo de formação mais comum, disponível em praticamente todas as universidades brasileiras. Os cursos mais procurados são Letras, Química, Ciências Biológicas, Geografia. Ao concluir essa graduação, o profissional fica habilitado a atuar na Educação Infantil, no Ensino Fundamental e Médio.
  • Curso superior de Pedagogia: habilitando o profissional a atuar na gestão do sistema escolar, forma professores para atuar na Educação Infantil até o 5º ano do Ensino Fundamental.
  • Normal Superior: semelhante a Pedagogia, essa licenciatura forma professores para atuar na Educação Infantil e nos primeiros anos do Ensino Fundamental.
  • Magistério: é um curso de nível médio que forma professores para atuar na educação infantil. Antes, os profissionais com magistério podiam lecionar até o quarto ano da educação fundamental. Recentemente, um projeto foi aprovado, sendo necessário a formação superior para ministrar aulas nessas séries.

Qual é o salário de um professor?

Em 2017, dados divulgados pelo Governo Federal, levantados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mostrou que a média de salários dos professores de escolas públicas (federais, estaduais e municipais) é de R$ 3.335,06, enquanto que a de salários de professores de escolas privadas é de R$ 2.599,33, uma diferença de 22,1%.

Os dados consideraram 93,3% dos professores de educação básica no Brasil em 2014.

No entanto, é possível verificar que alguns profissionais podem receber um salário mais baixo, enquanto outros alcançam remuneração acima da média. A seguir, veja os detalhes desses valores:

Piso salarial para o magistério: R$ 2.557, para professores da rede pública com formação em magistério em nível médio (ou curso normal), carga horária de trabalho de 40 horas semanais, que lecionam na educação infantil, no ensino fundamental e no ensino médio.

Piso salarial professor de escolas privadas: R$ 1.220, para professores da educação infantil até o 5o ano do ensino fundamental, de acordo com o Sindicato dos Professores de São Paulo. Sindicatos de outras regiões podem ter valores distintos.

Piso salarial professor universitário: R$ 8.639,50 a R$ 17.057,14, para professores universitários com doutorado, em regime de dedicação exclusiva na rede federal (a remuneração varia de acordo com fatores específicos do plano de carreira).

Média salarial nacional de professores por nível

  • Professor da Educação Infantil: R$ 1.753
  • Professor do Ensino Fundamental: R$ 1.862
  • Professor de Ensino Médio: R$ 2.069
  • Professor de Ensino Técnico: R$ 2.132
  • Professor Universitário: R$ 3.504
  • Professor de Ensino a Distância: R$ 2.439

O que é o plano de carreira do professor?

Plano de carreira é um termo que refere-se à política para profissionalização do professor que atua no ensino público e que visa valorização e recuperação da dignidade profissional, diferenciando-a das demais categorias.

Contemplando itens como a formação inicial e continuada, ele inclui o processo de escolha de diretores das escolas, o número máximo de alunos por sala de aula, o sistema de avaliação, a progressão funcional.

Além dos aspectos ligados a legislação, estados e municípios, a construção de um bom plano de carreira está atrelada a bonificações salariais, bem como inciativas realizadas no dia a dia, durante toda a construção da carreira são eficazes para a motivação desses profissionais, estímulo à educação continuada e possibilidade de o profissional assumir cargos de maior responsabilidade.

Como um professor pode ganhar mais?

Progredir na carreira de professor não é fácil – afinal, são vários os desafios enfrentados diariamente. E, como dito acima, o salário do professor pode variar bastante de acordo com sua especialidade e, principalmente, com o nível de escolaridade.

Para que o professor possa aumentar suas chances de conseguir um bom salário, algumas dicas podem ser essenciais:

  • Aproveite o tempo livre para estudar
  • Esteja atento às novas necessidades do mercado
  • Mantenha-se atualizado em relação a títulos, especializações, conhecimentos técnicos, entre outros
  • Acompanhe as novidades da área
  • Aprimore suas habilidades
  • Estude línguas estrangeiras

Além da conclusão do bacharelado e licenciatura, ao agregar um tecnólogo na formação, o profissional pode atuar em uma área específica do mercado de trabalho, podendo dar aula em cursos livres e cursos técnicos de nível médio.

O tecnólogo também pode seguir seus estudos e cursar pós-graduação, mestrado e doutorado, ampliando ainda mais as chances de aumento de salário.

small_c_popup.png

Comece a ajudar!

Sua ajuda é muito importante!

Clique na forma de pagamento que preferir:




Se preferir você pode doar creditando na conta do Instituto BH Futuro:

Transferência direta – Banco Santander

DADOS BANCÁRIOS
Instituto BH Futuro, CNPJ 28.247.706/0001-71
Banco Santander (033), Agência 4275,
Conta corrente 13005159-8